Tag Archives: fotocomposição/typesetting technology

A EVOLUÇÃO DA CAPA AO LONGO DO ANOS – THE BOOK COVER THROUGHOUT THE YEARS

A evolução técnica verificada na construção das capas é um reflexo do contexto social e económico de uma época. O constante desenvolvimento de novos métodos de impressão teve consequências directas na forma como o trabalho é organizado e desenvolvido. A mistura de texto e imagem, por exemplo, é um resultado directo do avanço tecnológico, que veio retirar certos constrangimentos dos sistemas de impressão existentes, permitindo que a capa fosse mais do que a exibição do título da obra.
Uma observação mais cuidada dá-nos uma ideia do ambiente editorial que se vivia aquando da publicação de um determinado livro e da forma como este progride ao longo do tempo.

Década de 40

Entre os anos 40 e 60 deu-se uma grande evolução a nível gráfico, sendo este período conhecido como o mais interessante a este nível.

O final da II Guerra Mundial veio proporcionar as condições necessárias para a consolidação do mercado, através da formação das grandes estruturas editoriais e implementação de estratégias de marketing cada vez mais desenvolvidas.

Década de 50

Na década de 50, novas possibilidades emergem e a fotocomposição (introduzida ainda nos anos 40) impõe-se finalmente, permitindo capas cada vez mais elaboradas e chamativas.

Década de 60

Os anos 60 marcaram uma mudança na cena editorial. Os artistas começaram a ter como principal objectivo agradar às grandes massas e passaram a destacar um maior sentimentalismo e sensacionalismo no seu trabalho.

A capa é o reflexo de uma época e, como autores, devemos manter-nos a par das mais recentes tendências. Segui-las ou quebrá-las, é uma escolha sua.


The technical developments in the construction of book covers’ are a reflection of the socio-economic context of a generation. The incessant development of new print methods had direct consequences in the way professionals organize and develop their work. Mixing text and images, for example, is a direct consequence of the technological advance, which allowed for plenty of the limitations of previous print systems to be overcome, providing covers that are more than the simple showcase of the book’s title.
A more careful observation reveals to us the editorial environment that surrounded a book’s publishing and the progress along the way.

The 40’s

Between the 40’s and 60’s you can observe a great evolution in respect to graphic design, making this time period known for being the most interesting at this level.

The end of II World War provided the necessary conditions for a market consolidation, through the formation of great editorial structures and the implementation of more developed marketing strategies.

The 50’s

In the 50’s, new possibilities arose for publishers and typesetting technology (introduced in the mid-40’s) finally imposed itself, allowing for the creation of even more elaborate and appealing covers.

The 60’s

The 60’s bring a turning point in the publishing industry. The artists’ great concern was to appeal to the masses, so they started highlight a major sentimentalism and sensationalism on their work.
Here is an example.

The cover can be a reflection of a time and as an author, you should keep track of the tendencies, and whether to follow them or break them, that is then up to you.