A capa: dicas de profissionais – The cover: Professional Tips

Após muita pesquisa, muitos de nós chegamos à conclusão que todos os conselhos são demasiado “vagos” e nem sempre muito úteis no momento de realmente construir uma capa ou pelo menos elaborar a ideia geral para enviar à editora. Pensando nisso, fiz uma pesquisa mais aprofundada, em diversos locais, à procura de dicas e opiniões mais concretas, com ideias práticas que nos podem ajudar no momento de tomar decisões.

Claro que esta ideias traduzem uma série de regras aceites pela generalidade e, muitas vezes, os artistas apostam precisamente na quebra dessas regras, o que poderá ter resultados interessantes, dependendo do tipo de livro e do público-alvo. Ao consultar um designer profissional, é recomendável pedir para ver o seu port-fólio, de modo a perceber que tipo de trabalho podemos esperar dele e se o mesmo nos agrada.

Todas as dicas que estão listadas a seguir, provêm de profissionais da área.

1. Cores
Segundo vários profissionais a melhor cor é o amarelo. É uma cor de grande destaque e que consegue captar a atenção do público em geral. Por outro lado, as opiniões são unânimes: capas verdes não vendem.

2. Figura humana e animais
A figura humana é privilegiada nas capas, o que é facilmente compreensível se pensarmos na importância de nos identificarmos com o livro, para desejar adquiri-lo. Por outro lado, a utilização de imagens de cães ou cobras é aparentemente uma má ideia.

3. Público-alvo e género
É fundamental respeitar estes dois pontos na construção da capa de um livro.
Se escreveram um romance, ou pretendem alcançar o público que lê romances, devem evitar desenhar uma capa muito escura ou com uma imagem com conteúdo mais negativo.
Uma capa abstrata é mais adqueada para uma obra de ficção, por exemplo, enquanto que uma biografia pede a fotografia do protagonista. Já os livros para crianças não podem deixar de ter imagens bem coloridas e apelativas para os mais pequenos.
Se estivermos a falar de um thriller, então podemos recorrer uma capa mais escura, que passe uma imagem de perigo, violência ou solidão. São muitas vezes utilizadas imagens de locais exóticos, que provocam uma série de emoções no leitor.

4. A fonte
Não são apenas as imagens que determinam o sucesso de uma capa, na verdade a fonte utilizada desempenha um papel fundamental e nem sempre lhe é dada a devida importância. O tipo de letra errado, pode arruinar uma imagem perfeita.

5. Diferenciação
Muitas vezes, é preciso assumir certos riscos, de modo a criar uma estratégia de diferenciação para que o nosso trabalho consiga atingir uma certa visibilidade. No entanto, esta deve ser feita com certa cautela, pois uma quebra com os padrões estabelecidos pode não ser benéfica e ter o efeito contrário ao desejado.

Na verdade, a maioria dos designers concorda que ao construir uma capa há dois critérios, um deles mais técnico onde temos que adequar o que estamos a fazer ao conteúdo da obra e o outro, mais subjectivo, que passa pela noção estética e gostos pessoais de cada um. Uma boa capa é capaz de reunir ambas as qualidades.


After a long time of research, many of us are actually faced with the fact that all the advices concerning how to build a cover are just too vague and not always very useful when you really need to proceed and make your own or decide with the publisher what it should contain. Thinking about that, I made a deeper research myself, with a lot of different sources, looking for more concise or poignant tips and opinions, which may help you when making a decision about your cover.

Sure, we are talking about a series of generalist rules, and sometimes, the artists may prefer to break them if it truly serves their purposes, which can produce some interesting results, depending on the book genres or their main audience. When you consult a professional designer, I recommend you to ask for their portfolio, so you know what to expect from his work and if it is indeed what you are looking for.

All the tips listed below are from professionals.

1. Colors
According to a great number of professional designers, yellow is a great color to be used on a cover. It highlights your book on a shelf and captures the general attention from your audience. On the other end of the spectrum, the opinions are also unanimous: green covers do not sell.

2. Human figure and animals
The human figure is privileged on any cover, which is easily understandable, since it makes it a lot simpler for us to identify with the book and, as such, feeling the desire to purchase it. On the other side, it seems that images including dogs or snakes are a bad idea.

3. Audience and Book Genres
It’s imperative for you to respect these two points, when building a book cover.
If you wrote a novel, or are trying to snatch up some avid novel fans and readers, you should avoid a dark cover or a sort of more “negative” image. An abstract cover is more suitable for a fiction work, while a biography asks for the protagonist’s photo. Regarding books for children, colorful images are more appealing for the little ones.
But, if you’re talking about a thriller, a darker cover is definitely more appropriate, an image of danger, violence, solitude. Many times, there some photos of exotic places that are being used on a cover, which tend to provoke a series of emotions on the reader.

4. Font
It isn’t just the imagery that makes for a book cover’s success, actually. The font used in it has quite an important role and sometimes we don’t appreciate its real importance. The wrong font may ruin the perfect image and cover.

5. Differentiation
Plenty of times you need to take some risks, in a manner as to create some differentiation so your work can get some visibility and reach through, grabbing more people. However, breaking the established patterns should be done cautiously, or it can have the opposite result to that you desire.

To be truthful, most of the designers agree that building a cover obeys two criteria, one of them, more technical, forces us to adapt our cover to the book’s content, and the other one, more subjective, is related with our aesthetic sense and personal opinion. A good cover is capable of putting together a mix of both and grab hold of our attention and curiosity.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.